Arquivo

Archive for the ‘games’ Category

Pro Evolution Soccer 2010 – by Will

19/11/2009 - 09:23 4 comentários

Certa vez, conversando com um amigo, Will (que odeia diminutivos, mas bastou que dissesse isso uma única vez para virar “Will”), pensamos em criar um blog para falar de assuntos nerds, semi-nerds e afins. A idéia nem do papel saiu, também pudera, nem para o papel chegou a ir. Mas ainda assim conversamos sobre vários assuntos, e segue um “review-desabafo” dele sobre o tão esperado, ao menos para alguns, “Pro Evolution Soccer 2010”.

Horroroso! É a única palavra que se pode dizer deste PES 2010,pelo menos a versão para PC é isso. Não se dribla no jogo. É impossível carregar a bola com qualquer jogador. Não importa se é o Messi ou o C.Ronaldo, o defensor sempre tem vantagem em lhe roubar a bola. E se você consegue fugir um pouquinho da marcação leva um carrinho pelas costas. Acha que é falta? Não! Não existe falta nesse jogo. Não importa como você é derrubado pelo adversário nunca é marcada a irregularidade. Olha que tentei jogar, mas não dá. Não adianta ser lindo graficamente se na jogabilidade é uma porcaria.

Jogo o PES desde quando era o Winning Eleven da J-League e isso faz tempo. Faz tanto tempo que na primeira vez que joguei o Dunga era jogador do Jubilo Iwata. Sempre achei o PES melhor que o FIFA mas dessa vez ficou muito aquém do que eu esperava. Não acredito que os produtores do PES deixaram sair essa bomba, será que ninguém testou depois do jogo finalizado? Ninguém reparou que não se dribla,não se corre e não se marca falta no jogo?

É chato isso mas vou desinstalar o 2010 e reinstalar o 2009, nele pelo menos se pode driblar e o arbitro marca as faltas existentes.

O únicos pontos positivos do jogo são:

  • A Master League que está bem mais realista nas contratações e na administração do time;
  • O design gráfico, simplesmente espetacular;
  • Os campeonatos europeus como a UCL e a Europa League. Faltando somente as Ligas Portuguesa e Alemã mesmo que sem licença oficial;

Pontos negativos:

  • A jogabilidade. É a pior que o PES já apresentou;

Espero que lancem um patch ou uma nova versão do 2010 corrigindo essa mancada que foi esta versão. Enquanto não sai fico me divertindo no 2009.

Willian Guterres Felix é gremista fanático, gamer, trabalhador, vestibulando, namorado, peladeiro e Hellboy nas hras vagas. Nesta ordem.

Anúncios
Categorias:games

Eu queria estar no GTA IV

03/11/2009 - 12:43 1 comentário

Cara, são poucas coisas que me irritam profundamente. Duas delas são:

Trânsito (porque não?!), principalmente estando lento, com engarrafamento ou whatever.

Outra é gente burra. Ok, talvez digam que sou grosso de mais. Pessoas dotadas de pouco ou quase nulo raciocínio lógico, conhecimento ou, o pior, pouca ou nenhuma vontade de aprender/entender.

Semana passada saí um pouco atrasado de casa, e em uma das ruas que utilizo ao me dirigir para o trabalho, foi instalada um novo semáforo, de três tempos, mal configurado pois distribui o mesmo tempo para 3 vias porém nem todas tem o mesmo fluxo.

Ok, até aí tudo bem. Quem disse que a “Empresa Pública de Transportes e Circulação” foi feita e age para facilitar e agilizar o transito?

Porém há um meio de minimizar o atraso provocado por tal semáforo. Pode-se entrar uma quadra antes do mesmo, pegar uma rua paralela e após entrar na rua em questão.


Obviamente, não só eu como vááários motoristas utilizam tal recurso. Porém o semáforo está tão bem configurado que por vezes não vem ninguém dos outros dois sentidos, porém do que utilizo sempre há engarrafamento, e por vezes alcança a tal entrada.

Ocorreu que uma motorista (porque não me surpreendo) para um pouco antes da entrada para o “atalho”. Se a mulher andasse 2 metros para frente, no mínimo sete carros poderiam entrar na rua em questão desafogando o tráfego. Mas vocês acham que ela o fez?

Atrasado, como sempre, aumento um pouco o volume do rádio para me acalmar, sem resultados, e começo a me imaginar no GTA. Pude me ver em 3ª pessoa, saindo do carro, sacando um taco de baseball dando uma paulada no capô do carro dela, abrindo a porta dela, dando com a cabeça dela no volante, com direito a buzinadinha e tudo, arrancando ela de dentro do carro, entrando, andando 2 metros, saindo, chutando-a enquanto se contorcia no chão, voltando para o meu carro e finalmente entrando na tal rua.


Cara, seria tão bom, ficaria tão satisfeito, tão regozijado. Mas não adianta, pensei em tudo isso, o relógio correndo, a música no rádio troca e a maldita continua parada. PQP. Como eu queria estar no GTA, cada segundo mais e mais.

O Semáforo abre lá adiante, quase 1 minuto depois a “quase espancada” arranca, eu consigo pegar o caminho paralelo, assim como outros sete carros atrás do meu, e mais ou menos 15 minutos depois me deparo com outro “puoco dotado de raciocínio”. Mas aí já é outra história, e outro game em que eu queria estar.

Categorias:eu queria, games